ZTOP

Microsoft, Ponto Frio e Positivo inventam o varejo corporativo

O servidor da Positivo

Sabe a velha máxima de que empresário brasileiro (ou pequeno empresário brasileiro) compra computador no varejo? Então, o povo do Ponto Frio meio que entendeu a ideia e já a coloca em prática, em algumas das suas lojas, em parceria com a Positivo e com a Microsoft para vender servidor no varejo (e outras coisas). Ei, tem lógica: é no varejo que está o crédito para o consumidor.

No “Espaço Empresa” das lojas Megastore Marginal Tietê, Shopping Morumbi e Alameda Lorena, o Ponto Frio vai vender “produtos e soluções de TI voltados para o segmento de pequenas e médias empresas (…) com atendimento qualificado e especializado – é uma “loja dentro da loja” que estará restrita a esses três locais por 3 meses. Depois, quem sabe, o projeto vai para outras lojas do Ponto Frio e talvez para a internet.

Michel Levy, presidente da Microsoft no Brasil, justifica o projeto ao citar pesquisa que diz que 26% das 4 milhões de pequenas empresas brasileiras compram produtos no varejo e outras 39% buscam informações sobre tecnologia no varejo.

A Microsoft vai vender seu novo sistema operacional para servidores Windows Server 2008 Foundation e a Positivo entra com uma máquina que roda esse sistema, além de dois modelos de notebooks e quatro desktops corporativos. A Positivo será a fornecedora exclusiva de hardware para a “loja dentro da loja”.

O servidor da Positivo, modelo “Corp 935WS Server” vem com o Windows 2008 Foundation (“ideal” para 15 máquinas) tem processador Intel Core 2 Duo E7400, 4 GB de RAM, gravador de DVD, monitor LCD de 17″, Intel Graphics Media 3100, teclado/mouse/6 portas USB – e vai ser vendido pelo preço sugerido de R$ 2.599.

Ah, sim, Hélio Rotemberg, presidente da Positivo Informática, falou alguns números enormes sobre sua participação no mercado de PCs e notebooks: no Brasil, a companhia ocupa o primeiro lugar em desktops e noteboks; na América Latina, está em terceiro e quarto lugares (notes e desks) e nono/décimo-quinto lugar no mundo.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Lucas Jardim

    A Ponto Frio acerou em cheio agora!! O que não falta são pequenos escritórios que compram maquinas no varejo, justamente pelo motivo do crédito, mais facil, menos burocratico, apesar do juros maiores!

    O que tava faltando era vendedores especializados, e que possa fornecer a maquina ideal para a aplicação a ser utilizada.

  • Al Capponne

    Henrique,

    Vc esqueceu de colocar o dado sobre o HD do servidor comercializado pela Positivo.