ZTOP

LG Optimus G: a segunda vez é o charme?

A LG anuncia hoje de novo seu smartphone topo de linha Optimus G. O aparelho topo de linha já havia sido mostrado no mês passado, mas só agora começa a ser vendido no mercado brasileiro.

O smartphone vem com um processador Qualcomm Snapdragon S4 Pro de 1,5 GHz, com GPU Adreno 320 e pronto para redes 4G/LTE – incluindo a variante para as redes brasileiras. Roda Android 4.1 “Jelly Bean”.

A tela do Optimus G, de 4,7 polegadas, usa tecnologia True HD IPS+ e tem resolução de 1280 x 768 pixels (densidade de 320 ppi). A tela conta ainda com uma tecnologia chamada G2 Touch Hybrid, que, diz a LG, permite deixar a tela mais fina e com melhor visibilidade mesmo sob a luz do sol. O smartphone ainda tem com uma bateria de 2.100 mAh, desenvolvida pela LG Chem. O Optimus G traz uma câmera de 13 megapixels de resolução e acabamento em vidro Gorilla Glass na frente e atrás do dispositivo.

Segundo a fabricante,  o Optimus G tem preço sugerido de R$ 1.999, que segue o padrão dos smartphones topo de linha com Android na média do mercado. O foblet Optimus G Pro  deve ser lançado nos próximos meses no Brasil, de acordo com a fabricante coreana.

Barbara Toscano, gerente geral de marketing para a área de celulares da LG, afirmou durante o lançamento que a LG já conseguiu a segunda posição  no mercado brasileiro de smartphones. “Nosso sucesso se deve à série Optimus L”, disse a executiva. Os aparelhos da série L, à venda desde o ano passado, são modelos básicos e intermediários com preços mais acessíveis – e a segunda geração dos smartphones Optimus L já está à venda no Brasil.

Vale lembrar (e comentar) que o barulho em torno do LG Optimus G tem alvos certos: na próxima semana a Samsung começa a vender seu Galaxy S4 no mercado brasileiro e a Sony lança seu Xperia ZQ também (já em pré-venda). E que a guerra pelo smartphone topo de linha comece de novo.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin