ZTOP

Konami desembarca de vez no Brasil

Depois de décadas de expectativa, a japonesa Konami, empresa responsável por Winning Eleven/Pro Evolution Soccer, Castlevania, Gradius  e Metal Gear, desembarca com tudo no Brasil. E os jogadores têm motivos de sobra para comemorar.A Konami é um dos marcos do entretenimento digital. No início dos anos 1980, eles dominaram o mundo dos computadores MSX, foram um dos marcos da era do Nintendinho, continuaram seu reinado na era do Super Nintendo e inventaram o conceito de jogo musical com a série Dance Dance Revolution, na época do primeiro PlayStation.

Mundialmente, a Konami tem um peso gigante. E agora eles querem um pedaço do promissor mercado brasileiro de games.

E o primeiro evento da empresa, realizado em São Paulo, mostrou que os japas não estão para brincadeira. Com presença em maciça da imprensa, a Konami anunciou sua estratégia de preços e lançamentos no território nacional.

O primeiro anúncio da noite foi o cultuado Pro Evolution Soccer. Em sua versão 2011, o game de futebol chegará com caixa, manual e dublagem em português. E sabem quem narra os jogos?

Silvio Luiz! Pelo amor de meus filhinhos, finalmente uma narração que empolga em um jogo de futebol.

Desde que Winning Eleven (o nome japonês da série Pro Evolution Soccer) virou sinônimo de futebol digital, o brasileiro nunca teve a experiência de jogo que os japoneses e europeus tinham. A narração dinâmica, com direito a comentários e piadinhas, sempre foi um dos grandes baratos da série. Com um medalhão como Silvio Luiz na jogada, a experiência de jogo será muito mais bacana.

Além do narrador, o comentarista Mauro Beting também empresta sua voz ao jogo.

Pro Evolution Soccer 2011 chegará às lojas brasileiras por R$ 50, para PC, e R$ 200, para Xbox 360 e PS3. O velho de guerra PlayStation 2 não será esquecido, e ganhará uma versão mais econômica, por R$ 60, que chegará às lojas em novembro.

A Konami também lançará no Brasil Castlevania: Lords of Shadow, aguardado jogo de ação para PS3 e Xbox 360 feito pela Kojima Productions, estúdio do celebrado Hideo Kojima, de Metal Gear. Lançado dia 5 de outubro nos EUA, o game chegará ao Brasil na próxima semana, por R$ 200.

Lucha Libre, um game de luta livre mexicana bastante interessante, também será lançado no Brasil nessa primeira leva da Konami, e custará os mesmos R$ 200. Como a empresa deu de brinde as máscaras dos “luchadores”, não deu para resistir, daí a foto lá em cima…

A política de preços da Konami é acertada. Eles conseguiram trazer os jogos a um preço médio em relação ao praticado no mercado de importados. O próximo passo é ganhar em escala e baixar para o mesmo patamar que a Microsoft pratica, R$ 179 nos lançamentos. E daí, quem sabe, puxar o mercado para o número mágico de R$ 100 para um game original de Xbox 360 e PS3, o que aqueceria violentamente nosso mercado e daria um golpe fortíssimo na pirataria. Vamos esperar. Mas é fato: os jogadores brasileiros podem comemorar 2010 como um dos grandes anos na história dos games neste país.

  • Poderia arriscar uma estratégia de vendas mais agressiva no PES '11 como fez com a versão '10, mas tudo bem… Que seja bem-vinda a Konami!

    • O que pegou na versão 2010 é que era mesmo uma versão de transição, talvez por isso o preço camarada.

  • Pingback: Tweets that mention Zumo Blog: Tecnologia. Opinião. Inteligência. » Konami desembarca de vez no Brasil -- Topsy.com()

  • Pingback: Com narração de Silvio Luiz, ‘PES 2011′ chega ainda no mês de outubro - MSN | Santa Luzia - MG()

  • Renato

    Hmmmm… ainda está caro. E eu quero saber se eles vão lembrar de lançar Silent Hill por aqui, também.

  • @dilsinhope

    muito bom saber disso! mais eu já tava por dentro! agora com os caras aqui, muita gente telentosa da PESBRASIL pode se empregar lá!!! ei Japas, olhem lá!! 😀

  • com os japas aqui, o pessoal da PESBRASIL poderá ter chance de trabalhar nessa multinacional, muito bom, olha nós seus Japas!!!

    • Você tem razão! Engenharia reversa demanda muito esforço, conhecimento e mostra a capacidade do pessoal. Pode mesmo ser uma oportunidade para o futuro.

  • Gus

    Alguém poderia explicar, por que a diferença de preço (4x) entre o jogo para PC e videogames?

    • joauricchio

      Ah, é um daqueles mistérios misteriosos que a indústria brasileira tem…
      Tudo bem que os jogos para PC são prensados aqui mesmo e custam muito mais barato por isso, mas tem toda uma rede de interesses aí, que envolve impostos altos e uma certa ganância dos revendedores.
      Vamos ver se com uma presença mais sólida dos fabricantes e o ganho de escala isso muda.

    • tommarques

      Pela legislação brasileira, videogames são considerados jogos de azar, o imposto é altíssimo como todos sabemos. Jogos de computador são considerados apenas "software" e entram no grupo de produtos de informática com impostos menores.

      Apesar de ser o MESMO produto, os suportes são diferentes. Agradeça à nossa inteligentíssima categorização de produtos da Receita Federal.

      • mnagano

        E tb não esqueçam de agradecer aos profissionais da contravenção e bicheiros que importaram máquinas de videobingo, videopoker, caca-níqueis e outros bichos parecidos aos montes, declarando que eles eram meros "jogos de computador".

      • Fernando

        Jogo de azar é proibido no brasil, aqui nem bingo é liberado mais,os unicos jogos são as loterias e são tudo feita pela caixa economica federal, banco do estado.
        Logo isso de pagar o mesmo imposto que jogo de azar é boato feito pro pessoa mal informada[ninguém lembra das maquinas caça niqueis todo mês aparece na tv uma porção sendo aprendidas pela policia?]
        Quem tem pra pagar R$2000 num console tem pra pagar R$200 num jogo a logica é essa,eles vão testando os preços pra ver de qual forma eles tem mais lucro,pelo alto risco de investir num novo mercado eles jogam os preços lá em cima pra minimar prejuizos caso a empreitada fracasse,não é nada pessoal são apenas uma empresa tentando conquistar um mercado novo.
        Se todos que puderem comprarem eles vão aumentar o investimento pra vender mais aqui e o preço cai,e ai eles tem mais lucro e nós pagamos menos,mas pra isso temos que pagar o preço que agora é salgado.

    • Lucas Vinícius

      Tem toda uma lesgilação de imposto, etc, e o jogo é fabricado no Br enquanto o de console é importado.

    • rubens

      Royalties pros produtores da plataforma. (Que é como a Sony e Microsoft ganham dinheiro com consoles).
      PC é terra de ninguém.

    • Gus

      Obrigado a todos que responderam. Curioso como a classificação adotada transita por uma linha (imaginária) torta, e que, assim, os jogos de estratégia (com estórias, enredo complexo etc) não sejam classificados como livros digitais, passíveis de discussão quanto a isenção de impostos. Abraços.

  • tommarques

    Na verdade essa é a segunda edição brasileira do "Konami's Gamer Night", evento anual que a Konami faz em todos países onde possue representação oficial.

    • joauricchio

      Tem razão, mas dessa vez o negócio foi profissa, com organização de primeira, excelente assessoria de imprensa e presença maciça.

  • dflopes

    Isso é mais uma demonstração da importancia do Brasil no cenário gamer mundial.

    ALém de ter se recuperado mais rápido da crise mundial – e UE e EUA se debatendo na areia movediça…

    O nosso mercado já está mais maduro, só esperando melhorarem os impostos para alavancar o mercado nacional.
    Não esqueçam de divulgar o "Jogo Justo" de reclassificação dos jogos eletronicos no Brasil.

  • estenio

    é um bom preço para PC mas creio que eles fizeram isso pois quem ja teve a oportunidade de jogar o PES11 viu que eles praticamente disseram comprem um console pois é muito ruim de configurar o controle seja no teclado ou em um controle para pc mas pelo menos o preço é justo provalvelmente eles aprenderam com a blizz

  • Curti a fantasia Jo.

  • Muito bom o preço. Já reservei o meu para PC no wallmart.