ZTOP

Jolla, o outro lado e o que um N9 poderia ter sido

[sobras do MWC2014] Os fãs de sistemas operacionais alternativos (oi Firefox! oi Ubuntu!) ficam na espera de que algum deles consiga vingar como terceira ou quarta alternativa aos grandes (Android, iOS, Windows Phone) do mercado. E tem a Jolla, mais uma que tenta fazer algo diferente por aí.

No MWC 2013, a Jolla tinha uma sala de reunião minúscula. No MWC 2014, um estande completo, com seu smartphone em demonstração (e garrafinhas d’água para os visitantes). Aproveitei para ver de perto e entender o que eles chamam de “other half” (não é nada demais).

O que é interessante, legal, diferente e divertido aqui é a interface do Sailfish OS.

WP_20140226_13_04_37_Pro

Quantos telefones com tela igual ou maior a 4,5″ você consegue manipular com uma mão só? Aqui, o dedão é o rei, e vai para cima, para os lados, para baixo. Pense no que a Blackberry fez (e não deu muito certo, mas por outros motivos) com o BB10. Viva os gestos – e os apps Android que rodam nessa plataforma do Sailfish OS.

WP_20140226_13_08_34_Pro

Ou no que a Nokia fez no finado N9 – que, como hardware, serviu de base para o Sailfish por algum tempo até a chegada do aparelho oficial da Jolla.

WP_20140226_13_06_41_Pro

É tudo simples, claro, direto ao ponto. O Jolla por enquanto só é vendido na Europa (e nem em todos os países) e não deve sair desses mercados tão cedo. E está tudo lá, fácil de achar: configurações…

WP_20140226_13_04_16_Pro

WP_20140226_13_04_58_ProAjustes do sistema…
WP_20140226_13_04_48_Pro

E multitarefa…

WP_20140226_13_05_20_Pro

Fisicamente, o Jolla parece qualquer outro telefone quadrado “sabonete” do mercado…
WP_20140226_13_07_42_Pro

… com exceção feita à sua lateral, com botões de controle e um pequeno desnível que dá a estranha sensação de que são duas partes de um sanduíche-telefone conectadas. WP_20140226_13_08_07_Pro WP_20140226_13_07_50_Pro WP_20140226_13_08_17_Pro

Na verdade, “a outra metade” que a Jolla faz tanto barulho é apenas uma capinha traseira removível e com NFC habilitado que ativa “recursos escondidos” no telefone. Basicamente, uma mudança no wallpaper/ringtone e novos sons. Exemplo claro: Angry Birds. Você compra um Jolla normal… e uma capinha dos passarinhos:

WP_20140226_13_09_58_Pro

Instala no aparelho e fica com uma traseira sensacional…

WP_20140226_13_10_05_Pro

E um “novo” Jolla totalmente angry-birdizado. E essa é a “outra metade”.

WP_20140226_13_09_20_Pro

De qualquer modo, é gratificante ver um Jolla em ação – mesmo que nunca venha para o Brasil. Vale lembrar equipe que faz parte da empresa finlandesa veio da Nokia (era o time do Meego) e, bem, quem sabe um dia a ~velha Nokia~ (a parte que não foi vendida para a Microsoft e não pode vender smartphones por alguns tempos) volte a falar com a Jolla (já que a Jolla foi criada com investimento da Nokia também).

[jolla]

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin