ZTOP

Japonês para otakus


A difusão cultural dos animes e mangás no nosso mundo ocidental tem criando um novo interesse de jovens e aficionados pelo idioma nipônico — incluindo muitos que nem têm olhinhos puxados. Mas mesmo aqueles que até optam pelo ensino formal do idioma dos japões podem ter dificuldades para assimilar e entender as diversas palavras, frases e expressões de mesmo significado mas que são ditas de diversas maneiras de acordo com a localidade, sexo, idade e classe social (vide o exemplo acima) — ou seja — um transformista no Japão não precisa afinar a voz para falar como uma menininha.

Uma solução para esse problema já está disponível na web.

Desde o início de fevereiro está no ar o anime-manga.jp, um site de e-learning criado pelo Japan Foundation, entidade pública mantida pelo governo japonês que apresenta diversas palavras, frases, expressões como elas são escritas e “ditas” por um menino, uma menina, jovem, mulher, samurai, jovens adultos com cara de mau (descritos como “scrappers”), senhor de idade, serviçal e até moradores da região de Osaka cujo dialeto Kansai é considerado melodioso e divertido pelos japoneses (algo como o caipirês de Piracicaba).  Cada módulo de ensino é classificado por uma escala de estrelas, indo do mais simples (uma estrela) até o mais complexo (três estrelas). Os textos em japonês tem a opção de serem apresentados com ideogramas (kanji), caracteres silábicos (katakana/hiragana) ou caracteres ocidentais (romanji).

Por enquanto apenas dois módulos de e-learning estão disponíveis: Expressões de Personagens (Character Expressions) e o chamado Questionário de Palavras de Amor (Love Word Quiz). Com o tempo, novos módulos de expressões de acordo com o cenário (escola, filmes de samurai) e um jogo de ideogramas devem entrar no ar.

Para mim, esse site ainda só têm um problema para a maior comunidade de japoneses e descendentes fora do Japão: ele está disponível apenas em inglês. :^P

Mais informações aqui.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Pingback: uberVU - social comments()

  • dflopes

    fantástico. Tentei aprender japones pelo metodo convencional, mas não deu certo, sou horrível com ideogramas!!! ¬¬

    Talvez, agora eu consiga assistir akira ou jogar Final Fantasy no original

  • Pingback: TecNews: Noticias Tecnofagia()

  • Essas iniciativas de e-learning são sempre empolgantes! É ótimo se interessar pelo assunto, e ir mais e mais fundo nele! Tá aprovadíssimo, valeu pela dica aí Nagano 😉

    • Ookini!

      • Niggaz

        Dare ni kuchikitendayo omae?