ZTOP

IFA 2010: GoGear Connect, o Android touch da Philips

IFA 2010 – Nem a tradicional patenteadora de tecnologias Philips quis ficar de fora: a holandesa apresentou seu mídia player com interface Android e tela de 3.2” GoGear Connect.

“O estilo de vida das pessoas mudou por causa da tecnologia, elas não querem mais a concepção antiga de mídia – música, fotos e vídeos.  Elas querem personalizar as coisas, e acessá-las onde quer que estejam”, disse Alan Aaron, gerente de marketing de produto da área de áudio portátil da Philips, que mostrou o bichinho – que foi testado por 6 mil consumidores antes de chegar ao mercado – para a mídia especializada.

Tendo em mente o que o público demanda por aí, principalmente no Brasil (onde há um desejo quase obsceno por grandes números, baseando-se nos comentários que povoam blogs e sites de tecnlogia como este Zumo), talvez o maior pecado do GoGear esteja em sua câmera de apenas 2 megapixels (efetivos, segundo a Philips). O que é OK para aquelas fotos rápidas, mas insuficiente para quem quer ter imagens boas e cheias de detalhes. A gravação de vídeo é em formato MPEG-4.

Por outro lado… o aparelhinho parece se virar bem em diversos ambientes graças à presença das tecnologias Wi-Fi, Bluetooth 2.0 e GPS, além de ter um microfone, um alto-falante, sensor de movimento e acesso a todas aquelas maravilhas ao alcance dos dedos (e do bolso) do Android Market. Por falar nisso, a versão do sistema operacional é a 2.1, que será atualizada em algum momento para a 2.2.

Ah, e tem o tal do Full Sound, tecnologia patenteada (não disse?) da Philips para restituir a qualidade dos arquivos em MP3 ou outro método de compressão para o som ficar semelhante ao do CD original, além do Surround for Movies, para aqueles vídeos de ação.

Na Europa e Estates, o GoGear Connect e seus 128 gramas de peso chegam em outubro nas versões de 8 GB (199 euros) e 16 GB (249 euros), expansíveis até 32 GB via cartão microSD. No Brasil? Nada no horizonte ainda.