ZTOP

Hands on: Filmadora Sanyo Xacti VPC-HD1000

Da série “produtos bacanas que nunca chegaram por aqui” (boo!),  as filmadoras Xacti da Sanyo finalmente saíram desse grupo e chegaram ao Brasil, junto com sua linha de câmeras digitais com a proposta de oferecer algo mais simples e prático para suas filmagens e fotos do dia-a-dia, no melhor estilo “point-and-shoot” (aponte e dispare) no sentido mais exato dessas palavras. :^)

Lançada pela Sanyo em 2004, a linha Xacti trouxe as primeiras filmadoras do mercado a utilizar apenas cartões de memória flash para armazenar suas imagens — e isso numa época em que ainda se pagava uma pequena fortuna em mídias de 256/512 MB — o que foi visto mais como uma novidade tecnológica do que uma alternativa realmente séria para as fitas de vídeo. Mas, com o passar do tempo, o produto amadureceu, ganhou recursos e sofisticação e hoje ocupa um nicho de mercado como um produto topo de linha, rodeado de imitações baratas (como aquelas tudo-em-um que vendem na TV)  porém nunca igualado. O Zumo teve acesso a um dos modelos mais recentes da linha, o VPC-HD1000 (preço sugerido: R$ 3.499), já com capacidade de filmar em full-HD.

Ao contrário da maioria das filmadoras digitais do mercado, a Xacti é dona de um estilo todo pessoal na forma de pistola — efeito bastante realçado pelo seu acabamento em preto metálico (ou gun metal como dizem os plastimodelistas) — o que torna o seu uso bastante ágil e intuitivo, dispensando o ritual de prender a câmera na palma da mão com uma correia, o que pode custar preciosos segundos na hora de registrar momentos inesquecíveis da sua vida, como a aparição de um disco voador ou o ataque de uma lula gigante na praia. A HD1000 mede aproximadamente 9,0×11,3×5,4 cm (LxAxP) e pesa 272 gramas.

Além de filmar, as Xacti também tiram fotos com resolução até razoável (no caso da HD1000, 2.288×1.712 pixels no modo nativo ou 3.264 x 2.448 pixels no modo interpolado) e o mais interessante é que, em vez de ser considerado um recurso secundário da câmera, os controles de foto dividem o mesmo espaço com os de filmagem numa relação de quase 50% para cada lado. Isso ajuda a vender a estratégia desse produto de ser não só filmadora e sim uma câmera híbrida.

É interessante notar que a HD1000 pode ser operada praticamente só com o polegar, o que pode até desestabilizar a câmera. Contornamos esse problema esticando o dedo indicador e encostando o mesmo na lateral da câmera, ficando muito próximo do botão que levanta a cabeça do flash. De qualquer modo, o bom senso nos diz que é sempre bom prender a câmera na sua correia de pulso que já acompanha o produto.

Como era de se esperar de uma filmadora full HD, sua tela LCD de 2,7″ é do tipo wide com a opção de apresentar suas mensagens em português do Brasil (yay!). A interface com o usuário ainda dispõe de um modo normal e simplificado. E para uma câmera do seu porte, a HD1000 é bastante rica em portas de entrada e saída dispondo de conexão para adaptador de rede elétrica, entrada para microfone e saída para fone de ouvido (para monitorar a qualidade do som com mais precisão). Ele também conta com uma rosca de 1/4″ na sua base, permitindo que o mesmo possa ser montado em um tripé. Outras interfaces estão disponíveis na sua base de acoplamento que também serve para recarregar sua bateria interna e transferir dados para o PC: HDMI, video composto e componente, USB e entrada de força. Infelizmente a porta USB não segue o padrão USB 2.0 mini, o mais comum do mercado.

Nos testes realizados, a HD1000 mostrou ser simples de ser operado e a qualidade de imagem muito boa principalmente quando usamos seu modo de full HD (1.920 x 1.080i a 60 qps) e ligada diretamente numa TV HD com HDMI. O sistema conta com estabilizador de imagem — tanto para foto quanto para vídeo — o que minimiza o efeito treme-treme das filmagens. Notamos que, dependendo da fonte de informação a potência de seu zoom digital é descrito como 10x ou 100x. Na realidade, o fator de ampliação óptica real de sua objetiva zoom é de 10x e de seu zoom “digital” de mais 10x ou seja, 10 x 10 = 100 vezes. Como achamos o zoom digital mais uma firula tecnológica do que algo realmente útil (a não ser que você acredite que a superfície da lua é realmente formada por quadradinhos coloridos meio fora de foco), sugerimos que o usuário fique nos limites do zoom óptico.

Ao contrário de outras filmadoras full HD, a Xacti grava seus vídeos diretamente em Mpeg-4, o que facilita o seu uso imediato em qualquer equipamento, mas pode desagradar aqueles que gostam de fazer tratamento e pós-produção em seus vídeos. Note também que o tempo de filmagem dessa câmera está diretamente relacionada com a capacidade do cartão de memória (SD ou SDHC) usado. Por exemplo, com um cartão SDHC de 8 GB ela consegue gravar até 80 minutos de vídeo em full HD ou 120 minutos em SD. Segundo o fabricante, sua bateria interna tem uma autonomia estimada em 120 minutos de gravação ou 275 minutos de reprodução.

Pelo preço sugerido de R$ 3.500, a HD1000 não pode ser considerada um equipamento barato, mas para aqueles que procuram algo mais em conta a opção pode estar na VPC-HD2, um modelo mais simples e compacto que filma em até 1.280×720 a 30 qps, possui recursos semelhantes e possui um preço sugerido bem mais em conta: R$ 1.799.

Mais informações — inclusive onde encontrar esses produtos — no site da Sanyo do Brasil.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • GekoBR

    Esta máquina, HD1000, não é mais fabricada e está por 450 dólares nos EUA.
    O modelo novo HD1010 está sendo vendido nos EUA por 599 dólares.

    Vender aqui com 300% de aumento é loucura.

    Compar pela internet pagando os 60% de imposto ainda sai peo MENOS da metade deste preço!
    Vou comprar a que grava 720p por 360 dólares que grava 720p60FPS e é menor , cabendo no bolso.
    A imagem da HD1010 é igual a das cameras da Rede TV HD e Band HD.

  • FABIO TITO SOARES

    Possuo uma VPC-HD 1000, estou tendo problemas quando vou assistir a filmagem em um PC, a imagem fica pulando.Já reinstalei todos os drives que acompanham a filmadora e o defeito continua.Quando passo o filme direto na TV a imagem fica ótima.Gostaria de ajuda.Agradeço desde já.

  • Esta filma a 300 fps? como é vocês testaram?

  • Tenho a camêra mais não consigo ver no computador