ZTOP

Gadgets dual-SIM do dia: celulares da Micromax Mobile (quem?)

A Micromax Mobile, fabricante indiana de celulares, chega ao mercado brasileiro com uma aposta ousada e interessante: vender aparelhos com dois SIM cards. Inicialmente serão três modelos básicos, mas estão nos planos aparelhos com Android e voltados a música e produtividade.

Fato é que eu nunca tinha ouvido falar da Micromax – nem um monte de gente aqui na coletiva de lançamento da empresa. A primeira fase de lançamento da empresa no mercado brasileiro é discreta: vão se restringir ao varejo da região Nordeste, para vir ao resto do país a partir de outubro. Lá fora, além da Índia, vendem aparelhos no Sudeste Asiático e na África – e a similaridade da Índia com o Brasil trouxe a empresa para cá.

Serão três modelos iniciais, básicos, a serem lançados:

Q55 Bling: (o “MotoCubo” da foto que abre este post, voltado ao público feminino), com “teclas de zircônia Swarovski, caixas de som da YAMAHA e um espelho na parte de trás do aparelho”, câmera de 2 megapixels, navegador Opera e preço sugerido de R$ 449;

X225: básico ao máximo, com rádio FM, Bluetooth, bateria de 12 dias em stand by (eles chamam de “bateria de maratona”) e “caixas de som vibrantes” (seja lá o que isso signifique) e preço sugerido de R$ 159;

X114: lanterna de LED, MP3 player, rádio com gravador e 8 dias de bateria em stand by e preço sugerido de R$ 114.

A Micromax promete “três lançamentos novos” por mês. Nos planos para outubro estão o A70, abaixo, com Android 2.2 (e que pode vir com alguma operadora local)…

e o M2, com sistema proprietário e voltado ao consumidor interessado em ouvir músicas. Me pareceu um iPod nano esticado e com telefone integrado. Os dois produtos não têm preço definido ainda.

Os aparelhos, na primeira fase, serão importados. Em um futuro, quem sabe, a Micromax estuda uma fábrica local. A conferir.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Cesar Cardoso

    Chegaram os indianos. E, para quem ainda não os leva a sério, eles não só conseguiram resistir à invasão shanzhai como também se tornaram co-responsáveis pela parte que ninguém no Ocidente leu da "Burning Platforms".

    E gostaria muito de ver o preço que eles vão botar no A70. A briga de rua dos andróides low-end começa a ficar boa.

  • Ligeirinho 2.0

    Eu conheço esse Bling de algum lugar… acho que vi no Centro de São Paulo, sabe? =B

  • ahgiraldelli

    independente do fabricante, eu tenho um certo preconceito com esses celulares dual-sim.

  • Rmrios

    Jesus… que celulares toscos…kkk

  • Ely

    Opa. Espelho na parte de trás do aparelho. Agora vai.

  • hummm…
    Mais um ponto pro Brasil, atraindo investidores de outros paises – tb, queriam o que, EUA e Europa estão se afundando… ¬¬

    Mas…
    a) Falaram de rede de assistencias técnicas?
    b) Será trocado diretamente na operadora (igual a iphone)?
    c) Vem com TODOS os acessórios necessário (cabo de dados, carregador e fone de ouvido)?
    d) Os acessórios são padronizados (micro-usb) ou formato proprietário?

    Tb tenho que lembrar que são indianos, e não chineses.
    Acabei de ler uma reportagem sobre a india, de como a agricultura (e produtos primário) estão diminuindo nas exportações, enquanto produtos altamente tecnologicos (alto valor agregado) sobem a cada dia.

    É uma lição pro Brasil aprender!

    • henriquem

      to com um modelo aqui: veio com cabinho, carregador e capinha de borracha. sobre assistência, não falaram nada.

  • Xing lings de marca.

  • sidney

    design estranho.. qualidade ainda não pode ser avaliada… tem review internacional de algum modelo? gsm arena quem sabe…

  • nerdsbetudo

    India e Brasil não tem nada de similar além do fato de alguem ter colocado os dois paises na lista dos emergentes. A economia lá é mais pobre e menos desenvolvida que a nossa, motivo pelo qual tem carros como o Tata Nano e esses celulares mais xing-ling que os próprios chineses….

  • Hugo PE

    Então os camelôs são ultra-ousados faz tempooo…

  • meninuigu

    O problema do A 70 é a sua familiaridade com o Nexus One da HTC. Mesmo gostando MUITO do aparelho, isso me incomoda. E tem de ser MUITO boa pra fazer frente ao mercado, ou senão será mais uma marca obscura…

    • henriquem

      1 tablet/mês em uma operadora tá bom ou quer mais? (fora ipad, claro)