ZTOP

Gadget do dia: cartão SDHC para netbooks

sandisk_16gb_netbook

Se você tem um netbook com pouco espaço em disco e realmente não sabe como aumentar a capacidade de armazenamento, conte com o Sandisk Netbook SDHC. O que ele tem de diferente de outros cartões padrão SD que também podem ser usados em netbooks ou outros dispositivos? Apenas o nome “netbook” escrito na etiqueta da frente – vai que você compra um feito para Wii e não funciona?

Brincadeiras à parte, o Sandisk Netbook SDHC sai em duas versões: 8 GB (preço sugerido: 44,99 dólares) e 16 GB (preço sugerido: 88,99 dólares). Claro que dá para colocar qualquer cartão SD em um netbook, acredito mais que a ideia da Sandisk é guiar aquele consumidor mais “perdido” no mundo dos cartões de memória. Os dois cartões SDHC já estão à venda nos EUA, no site da fabricante.

Nagano comenta: Pode ser a constatação do óbvio mas esse parece ser o caminho encontrado pelas empresas para melhor orientar a venda de seus cartões de memórias.

kingston_sdv2A Kingston por exemplo, lançou recentemente uma linha de cartões SD batizada de SDV — Secure Digital Video — que vem marcados com sua capacidade estimada em minutos de vídeo. Segundo a empresa outra sacada desses cartões é de oferecer uma taxa de velocidade Classe 4 o que garante uma taxa de transferência mínima em torno de de  4 MBps, mais adequadas para uso com filmadoras digitais.

Já estão disponíveis os modelos de 60 min (4 GB) até 240 min (16 GB) com preços variando de R$ 64 até R$ 243.

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin

  • Filipe

    Só destacando 1 errinho… cartão de 240min (16 GB) não (160 GB) como informado.

    parabens pelo site.

    abs

  • Walter Mercado

    Fizeram algo semelhante na época do lançamento do PSP, com os Memory Stick Duo “pra jogos”.
    Não deixa de ser interessante, mas algo como informações de usos recomendados na embalagem deve ser mais eficiente (e menos custoso para criar SKUs diferentes).

    Igual em embalagens de pilhas.
    Tradicionais recomendadas para relógios e apetrechos simples
    Alcalinas recomendadas para rádios, aparelhos de som e jogos portáteis.
    etc.

    Acho que os departamentos de marketing estão tentando justificar o seu salário em tempos de crise…

  • Principalmente em tempo de crise, eles poderiam criar uma embalagem única com todas as informações disponíveis por meio ícones, figuras e gráficos – o exemplo da pilha foi bem mencionado.

    Ou terá o cartão SD para cameras digitais, para pdas, netbooks e NOTEbooks..aff