ZTOP

Gadget do dia: King Jim Digital Ear MM1000

Fone de ouvido que não toca música promete reduzir os ruídos indesejáveis do ambiente, proporcionado assim mais tranquilidade e capacidade de concentração para quem o utiliza.

Muita gente que viaja de avião deve conhecer ou já deve ter visto (ou mesmo usado)  fones de ouvido com cancelamento de ruído (noise cancelling earphone), como o popular BOSE QuietComfort 15 (~US$ 300 nos EUA):

BOSE_quietconfort_15

Como o próprio nome sugere, trata-de se um equipamento de som capaz de cortar/reduzir significativamente ruídos indesejáveis do ambiente por meio de uma técnica conhecida como Controle Ativo de Ruído, que analisa a forma da onda sonora a ser atenuada e emite outra com a mesma amplitude, porém com a fase invertida fazendo com que ambas se cancelem por meio de um efeito chamado interferência (mais sobre isso aqui).

cancelamento_som1a

Baseado nessa idéia, a companhia japonesa King Jim criou o Digital Mimi-sen (algo como “Ouvido Digital 1000”) modelo MM1000 — um curioso fone de ouvido que chama a atenção por não ter entrada de som para reproduzir músicas: ele é totalmente voltado para redução de ruído.

Digital_mimi_sen

À primeira vista, isso pode até parecer meio bizarro, mas a idéia neste caso é que o seu usuário não seja incomodado por ruídos chatos (como o motor do ar condicionado, lavadora de roupa, geladeira, turbina de avião, barulho do carro/trem/metrô etc.)…

KingJim_MM100_sem

…proporcionando assim um ambiente mais tranquilo e silencioso, melhorando assim a sua capacidade de concentração e até mesmo sua produtividade. E se levarmos em consideração que a King Jim é uma empresa do ramo de material de escritório, o Digital Mimi-sen até que faz sentido.

KingJim_MM100_com

Outra característica bem interessante dessa tecnologia é que ela não cancela certos tipos de sons — como a queda de um objeto, a campainha da porta ou do telefone e até mesmo da voz humana — o que faz com que o consumidor não perca o contato com o ambiente ao seu redor, ao contrário do que acontece com muita gente que usa fones de ouvidos para se isolar do mundo e ter um pouco de sossego (mas pode acabar atropelado na faixa por um motoboy mais afobado).

Tecnicamente falando, a empresa afirma que o MM1000 é capaz de reduzir em até 90% ruídos abaixo de 300 Hz e seu nível de cancelamento de som é de até -20 dB. O cabo dos fones tem 85 cm de comprimento e pode ser enrolado no corpo do próprio acessório (que possui um perfil na forma de carretel) e tem até uma trava (2) que impede que o mesmo desenrole.

Digital_mimi_sen2

O dispositivo pode ser alimentado por uma pilha AAA alcalina ou recarregável com autonomia estimada de aproximadamente ~100 horas e ~60 horas respectivamente. Ele está diponível apenas na cor branca e vem acompanhado de bolsinha de transporte e plugs de silicone de diferentes tamanhos para melhor se ajustar ao ouvido do usuário.

A previsão é que o MM1000 chegue ao mercado japonês em março deste ano pelo preço sugerido de 5.299 ienes (~ R$ 124)  e já está em pré-venda no Amazon.co.jp.

Mais informações aqui.

Ainda em tempo:

KingJim_MM100_digital_ear2

Ao ver as imagens do MM1000 — em especial o design dos fones de ouvido — me chamou muito a atenção o quanto eles são parecidos com os do ATH-ANC23BK também um fone com redução de ruído com entrada de áudio (duh!) fabricado pela japonesa Audio Technica:

Audio_technica_ATH-ANC23BKAlém da aparência, note que os dois dispositivos possuem um módulo de som que também abriga a bateria AAA, tem um botão de liga com LED vermelho e o nível de cancelamento de som de ambos é de até -20 dB. O número/tipo de acessórios também é praticamente o mesmo, assim como o seu preço (ele sai no Japão sai por 4.540 ienes) um pouco mais em conta que o MM1000 mas este é um lançamento enquanto que o ATH-ANC23BK já está a anos no mercado.

OLYMPUS DIGITAL CAMERADaí fico pensando se o MM1000 não passa de um OEM da Audio Technica baseado no ATH-ANC23BK. Se isso for verdade, esse produto pode não ser tão furreca/descartável como alguns podem imaginar.

Mistééério 🙂

 

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Alexandre Kolisnyk

    Se atenuar o barulho do sopro de ar da caneta de rotação (motorzinho do dentista) já se paga!!