ZTOP

Gadget do dia: Healsio Ocha Presso TE-GS10A/B

Novo eletrodoméstico da Sharp prepara chá verde com a mesma desenvoltura de uma máquina de café espresso.

Se você acha que máquina de café espresso é o bicho (que ainda vai abrir um buraco no seu estômago de tanto que você toma esse treco o dia todo), a Sharp do Japão lançou uma alternativa que, na teoria, é mais zen e saudável: o Healsio Ocha Presso (ヘルシオお茶プレッソ) modelo TE-GS10A/B. Na prática, é uma máquina que faz chá verde “espresso”!

Sharp_ocha_presso_branco

Clique para ampliar

O que mais chama a atenção nessa engenhoca é que ela possui um pequeno moinho de cerâmica que gira lentamente (a uns 100 rpm) e transforma o chá verde comum em um pó fino que recebe o nome de matchá — conhecido por aqui pelo seu uso na tradicional cerimônia do chá e mais recentemente, na preparação de diversas receitas modernosas como bolos, bebidas e sorvetes. De fato, o pó de chá feito no Ocha Presso também pode ser usado para essa finalidade.

Sharp_ocha_moinho

Segundo a fabricante, ao contrário do chá tradicional que é servido na forma de uma infusão, o pó de matchá se dissolve na água, o que aumenta em 70% o seu teor de fibras e contém outras substâncias benéficas como vitaminas A e E, clorofila e o mais importante — sua concentração de catequina é ~1,9 vezes maior que no chá verde preparado da maneira normal. Segundo a Wikipedia:

A catequina é um fitonutriente da família dos polifenóis, e tem uma forte ação antioxidante. Está presente de forma natural em alguns alimentos. Inúmeros estudos demonstram que os polifenóis presentes na planta do chá verde (Camellia sinensis) apresentam propriedades que actuam de forma benéfica em algumas doenças como a diabetes mellitus tipo1, as cardiopatias, as infecções virais, as inflamações em doenças degenerativas ou mesmo o cancro e o envelhecimento.

A sua composição inclui epicatequinas (EC), epicatequinas gallate (ECG), epigallocatechin (EGC) e epigallocatechin gallate (EGCG), sendo que este último é o mais abundante no chá e o que merece maior atenção do ponto de vista farmacológico. As catequinas são incolores, solúveis na água e não existem referências de contra-indicações do seu consumo.”

O modo de uso desse equipamento pode ser visto no vídeo abaixo:

Simples não?

Ela pode ser encontrada no Amazon.co.jp pela bagatela de 24.800 ienes (~R$ 243). Mais informações aqui.

 

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Vagner Ligeiro

    Queria a versão para chá preto ou mate. Mas isso me faz pensar que tá na hora de apreciar mais chá verde. Ganhando bem, compro um 🙂

    A propósito, realmente, tirando as máquinas de venda automáticas nas ruas, não vejo um “chápresso” por aqui. Já tentei uma vez fazer chá em uma cafeteira de expresso, mas o sabor não ficou expressivo 🙂

    • Mario Nagano

      vc encontra pó de matchá pronto nas mercearias de produtos orientais, mas AFAIK vc a água usada precisa estar quente (~80 graus), mas não fervendo, de modo que não seria o caso de usar uma cafeteira na preparação.

      De qq modo acho q o equivalente mais próximo do matchá oriental é o nosso chimarrão, q tb usa um tipo de pó de mate.

      • Vagner Ligeiro

        Dá próxima vez que eu for passar no bairro da Liberdade, vou me lembrar disto e comprar um pouco de pó de matchá 🙂

        Ah, e falando nisso, tempos atrás comprei um Calpis em uma destas mercearias. Tinha me lembrado de um post de vocês e aí comprei para experimentar 🙂

  • Valter Jr

    Como comprar esta belezinha?