ZTOP

Envy e Omen: as máquinas Voodoo da HP

HP Connecting Your World Berlin 2008 (dia 1) – Para quem não sabia (incluindo este que vos escreve), a HP nos EUA é dona de uma marca de produtos que compete no mesmo segmento da linha Alienware da Dell, a de PCs topo-de-linha com estilo para entusiastas e gamers: a Voodoo (ou vudu, como dirí­amos nós).

Segundo Rhaul Sood, CTO da Voodoo, essa foi a primeira vez que sua unidade de negócios pode apresentar produtos totalmente desenvolvidos a partir do zero e com todo o suporte tecnológico da HP. O resultado foi simplesmente de cair o queixo.

A grande revelação dessa linha foi o portátil Envy 133, um subnote com cabinete em fibra de carbono preto ou branco (í  esquerda) com apenas 1,79 cm de espessura e 1,53 kg de peso. Ele se junta í  batalha com outros modelos finos de tela de 13,3″ wide como o MacBook Air, ThinkPad X300 e o XPS 1330 e sob um certo ponto de vista, ele combina algumas vantagens (e desvantages) desses modelos. Por exemplo, como o Air, o Envy 133 não possui unidade de CD/DVD embutido (oferecido como um acessório externo) e seu touchpad é grande capaz de reconhecer alguns gestos. Em contrapartida sua bateria é removí­vel e seu teclado é iluminado como o X300.

Mas isso não significa que o Envy foi feito para ficar no grupo dos “também tenho”. Ele também incorpora algumas idéias próprias muito interessantes, como a sua porta de rede padrão Ethernet que não fica no gabinete e sim no seu carregador de bateria, que também funciona como um pequeno access point 802.11b/g que transmite os dados via Wi-Fi para o portátil da Voodoo, aumentando assim a sua mobilidade.

O Envy é baseado na plataforma Intel Centrino (Santa Rosa) com processador Core 2 Duo SP7500 de 1,6 GHz ou SP7700 de 1,8 GHz (ambos com 4 MB de cache L2), 2 GB de DDR2 667, HD SATA de 80 GB e 4200 rpm ou SSD de 64 GB, LCD de 1.280 x 800 pixels, slot para cartão ExpressCard/34, saí­da de ví­deo HDMI, uma USB, outra USB/e-SATA combo (para ligar a unidade de DVD), porta Wi-Fi 802/11a/g/n, aceleradora gráfica Intel X3100, bateria de 3 células com autonomia estimada de 3h45m. Suas dimensões totais são 32,2 x 1,79 x 32,2 cm (LxAxP – fechado).

Como já foi dito antes, por ser uma marca voltada para o mercado americano, infelizmente o Envy não virá para oficialmente para o Brasil. Mas quem quiser acampar na frente de alguma loja nos EUA para botar a mão em uma unidade, a data de lançamento é 20 de junho de 2008.

Fora isso, outro lançamento mais voltado para o segmento de entusiastas é o desktop Omen, uma impressionante torre de alumí­nio reforçado de 19 x 59 x 58 cm (LxAxP) e peso (a partir de) 45 kg que equipada com uma telinha LCD de 7″ (800×480 pixels) com porta USB e que abriga uma placa mãe ASUS Striker Extreme II (NVIDIA 790i), processador Intel quad-core QX9650 (3,0 GHz, 12 MB L2 e FSB 1333 MHz) ou QX9770 (3,2 GHz, 12 MB L2 e FSB 1600 MHz), até 8 GB de SDRAM DDR3 e diversas opções de placas de ví­deo (ATI ou NVidia de próxima geração), discos Seagate de 7.200 rpm ou Western Digital Raptor/VelociRaptor (10.000 rpm).

Além disso o sistema pode aceitar até 6 discos de estado sólido Samsung SLC de 64 GB (= 384 GB) e até duas unidades de disco óptico de vários tipos.

O sistema de som pode ser o padrão intel HD ou uma Sound Blaster X-Fi XtremeGamer/Fatal1ty Professional da Creative Labs. A fonte de alimentação pode ser de 1.150 watts resfriado a ar ou 1.300 com resfriamento a água (watercooling), tecnologia também usada para refrigerar o resto do sistema como processador e chip set com quatro opções de cores para o fluí­do de resfriamento (vermelho, verde, azul, púrpura e laranja). Para deixar o sistema ainda mais nervoso, o sistema operacional oferecido é o Windows Vista Home Premium ou Ultimate só na versão de 64 bits, ambos já com SP1.

Como no caso do Envy, o Omen chega ao mercado norte-americano no próximo dia 20 de junho.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.