ZTOP

Da AMD para Freescale

henri_richard2.jpgQuem quiser saber para onde vai Henri Richard, ex-VP mundial de vendas, marketing officer da AMD e braço direito de Hector Ruiz depois que ele saiu da empresa de Sunnyvale, seu novo cartão de visitas terá a marca da Freescale Semiconductor, empresa especializada em soluções de semicondutores embedded para o segmento de veí­culos, consumo, indústria, redes sem fio etc.

O anúncio foi feito ontem (05/09) pela Freescale.

Tive a oportunidade de conhecer Henri pessoalmente no final de 2004 (foto), época em que ele esteve no Brasil, para falar sobre as estratégias de marketing esportivo da AMD na Fórmula 1, época em que a Ferrari ganhava todas e a Intel tentava convencer todo mundo que o Pentium 4 era o bicho.

Após a coletiva de imprensa, ele concedeu uma longa entrevista exclusiva para mim e para o Henrique Martin, na época ainda editor-assistente da PC World.

Foi dele que ouvimos pela primeira vez sobre a existência do Sempron de 64 bits, das placas-mãe com SLI e do PIC, um produto que, na época, ele descreveu como um pequeno computador robusto na forma de um presuntinho, para acessar a internet.

Henrique diz: Detalhe curioso – foi nessa entrevista que vi pela primeira vez aquelas pulseiras amarelas LiveStrong, do Lance Armstrong (na época patrocinado pela AMD). Lembro de perguntar pro Henri o que era, e ele disse que era pra ajudar a luta contra o câncer. Menos de dois meses depois, eram um sucesso mundial.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.