ZTOP

Cooler Master investe em PCs para gamers

cooler_master_intro

Tradicional empresa de componentes, acessórios e gabinetes para PC, a Cooler Master anunciou ontem (24) uma parceria com a Accept, Intel, NVidia e Logitech para viabilizar um projeto em que algumas empresas já se aventuraram e outras até se deram mal: criar e vender uma linha de PCs para entusiastas e gamers para o mercado de varejo.

A ideia da empresa com esse projeto é de criar uma linha premium de computadores onde a frase principal é — Boa Procedência — ou seja,  a Cooler Master entra com o gabinete + cooler + fonte, enquanto que a Intel indica o processador, a NVidia, a(s) placa(s) de vídeo e a Logitech, os periféricos como teclado e mouse. E para juntar todas essas peças (literalmente falando), a empresa fez um acordo com a Accept Informática, integradora de primeira linha e Intel Premium Partner especializada na montagens de servidores e workstations e que, pela primeira vez, faz sua estréia no varejo.

Segundo informações do IDC, em 2009 pode ocorrer um “empate técnico” no número de desktops e notebooks vendidos, o que representa um crescimento de praticamente 100% nas vendas dos portáteis e que a empresa planeja explorar com uma nova marca conhecida como Choiix, mais voltada para produtos de estilo de vida digital.

No caso dos desktops, a Cooler Master afirma que 88% do mercado de desktops é dominado pelos modelos de até R$ 1.299 (também conhecidos como PCs de supermercado), restando apenas 12% para os produtos mais sofisticados sendo esse nicho de mercado que eles pretentem atacar com sua iniciativa.

cooler_master_mercado

Para isso, a empresa adotou uma solução já usada na Intel com sua plataforma móvel Centrino e criou dois selos que irão identificar suas linhas de produtos, o Armed by Cooler Master para os modelos mainstream e o UGA (Ultimate Gaming Architecture) para sua linha premium.  Com isso, a empresa quer garantir que seu produto tenha além de boa procedência a garantia de que foi projetado e montado dentro de certos padrões de qualidade.

cooler_selos_small

Uma coisa interessante é que para não cometer o mesmo pecado de alguns concorrentes, a Cooler Master se juntou com seus parceiros citados acima para criar configurações mais balanceadas em termos de custo e desempenho: nada de PCs com processadores velozes e placas de vídeo sofríveis e vice-versa.

Nessa primeira etapa, a Cooler Master anunciou três linhas de produtos com a marca Accept:  Gamer WAR, modelo de entrada com Pentium Dual Core E5200, 2 GB de SDRAM DDR 800 e placa de vídeo NVidia GeForce 9400GT.

cooler_master_accept_gamer_war

O Gamer SPEED, modelo mainstream com Core 2 Duo E7400 + placa de NVidia GeForce 9400GT.

cooler_master_accept_gamer_speed

E o impressionante Gamer Xtreme com Core i7 920, duas GeForce 9800GT em SLI e quatro discos de 500 GB montados em RAID 10.

cooler_master_accept_gamer_xtreme

Dependendo do modelo, a placa-mãe será fornecida pela MSI e Gigabyte, sendo que o Xtreme será montado sobre uma placa da Intel (uma Smackover) todas produzidas no Brasil pela Digitron.

Além disso, a empresa anunciou outros PCs com grifes de parceiros como os Armaroli Simulator V8 e V12 e a linha Timension do designer Hans Donner.

Henrique comenta: Hans Donner, aquele das aberturas das novelas da Globo? Eu, hein! Bem, acredito que seja um design bem anos 80. É fantástico!

De um modo geral, o posicionamento de cada produto fica mais ou menos assim:

cooler_master_posicionamento_small

Com relação à estratégia de vendas, a Cooler Master já apresentou alguns parceiros eleitos. As primeiras lojas a receber o produto são o Magazine Luiza (que deve criar uma seção especializada em seu site) e a Dotcom Informática de Caxias do Sul, RS. Algumas distribuidoras como a Aldo Componentes e a Myatech também devem entrar nessa primeira fase.

cooler_master_varejo

Além disso, a Cooler Master já adiantou que pretende manter um índice de renovação bastante agressivo, atualizando suas configirações a cada três meses. Fala-se também que algumas lojas como a Star Computer desejam vender os computadores sem placa de vídeo pré-instalada de modo que o consumidor tenha a opção de decidir na hora da compra qual placa de sua preferência e que já sair da loja com ela instalada.

Henrique reclama de novo: e aí vende uma placa de vídeo fraquinha e caímos no vício do PC bom com placa ruim.

Como disse o porta voz da Cooler Master, sua vontade é de fazer esse negócio direito dessa vez.

Mais informações aqui.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • igo1911

    Parada profissional, gostei. Paga-se um pouco a mais ,mas economiza-se a dor de cabeça dos tempos de comprar peça por peça no Mercado livre.

  • Paulo Jr

    no caso da configuração “XTREME”… um usuario comum tem realmente a necessidade de uma maquina dessas???

    com um preço desses então????

    muita coisa ate pra que é doido por jogos pesados pra pc…

    abraçosssssssss

  • Anderson

    Tudo muito lindo e maravilhoso. Mas é sempre assim, os grandes players de TI querendo reinventar a roda… e quando os envolvidos descobrem que o buraco é bem mais embaixo, todo mundo pula fora, e cada um tenta jogar a culpa no outro, e todos culpam o mercado.

    Indice de renovação de 3 meses? Isso é uma piada de mau gosto considerando as condições de importação típicas do Brasil. Em qualquer outro lugar do mundo e até praticável, mas aqui? Qual é o milagre? Só se eles importarem no mínimo dois modelos diferentes e controlar a venda de um deles.

    E outra questão: quem é Accept? O que mais tem pelo Brasil é Intel Premium Partner que são completamente desconhecidos em São Paulo, mas que pelo menos tem um grande poder nas suas respectivas praças de origem. No Nordeste há vários de grande potência, de dar inveja as lojas presentes em SP (na verdade, a maioria delas dão um verdadeiro show, mas também nessas praças não existe a mesma concorrência que existe em SP)

    Esse negócio de máquina Gamer tá muito parecido com o que a Cooler Master tentou fazer com a Evolute a pouco mais de um ano atrás. Dê um modo bem simplista, o que mudou foi que sai Evolute e entra Accept, e além de Gigabyte tem a MSI.

    Um pequeno detalhe: estranho essa pesquisa: só mostrou os grandes players, e no nicho das máquinas gamers, muitos usuários acabam montando sua máquina, e nem sequer consideraram isso no slide. O mesmo pode ser dito nas máquinas populares, embora seja um fato que muitos passaram a comprar diretamente nas redes varejistas do que em lojas do ramo, por conta das condições de pagamento muito mais facilitadas.

    E vou parar por aqui, porque dá prá fazer um monte de considerações acerca disso.

  • Ah, pelo amor de Deus né..

    eu montei um melhor que aquele Accept Gammer Speed ali por menos de mais de 1000 reais..

  • Rafael

    PÉSSIMA RELAÇÃO CUSTO/BENEFÍCIO. O público de games profissionais ou entusiastas em geral entendem de informática e possuem conecções para importação direta. Logo, por que pagar R$ 9.999,99 se por esse preço é possível importar legalmente um HP ou AlienWare equivalente pagando todos os impóstos. Tá, há aqueles que dizem: E a garantia? Bem, se você acha que vale a pena gastar mais de R$ 2.000,00 para ter apenas 1 ano de garantia vai lá. Mas com R$ 2.000,00 dá para repor muita coisa. E depois, todos sabem que assistência técnica no Brasil é um verdadeiro inferno na terra. Em geral, levam mais de uma semana só para dizer qual o problema e mais de um mês para providênciar os reparos. É assim com todos os grandes fabricantes e não será diferente com a Cooler Master. Outro ponto importante é que todo bom gamer saber que não adianta nada ter um super processador e uma placa de vídeo razoável se não tiver uma placa boa placa mãe contando com um excelente chipset para gerenciar todos os recursos. Bem, certamente as vendas não superarão as metas e em um ano ninguém se lembrara dessa iniciativa da Cooler Master.

  • Wilmar

    Configurações desktop começando em R$ 2500 e com Windows Vista Home Basic? E pelo que oferecem os modelos, muito caros.

    [ ]’s

  • Anderson

    Po, será q esses caras da Cooler Master nao contratam nenhum moleque pra dar assessoria em games pra montar esses micros? Eles fazem tres versoes, sendo que as duas primeiras tem uma placa de video q nao presta pra jogos (ainda mais os modernos) e lançam uma 3ª opção ultra moderna e cara!! Alôo, cade o meio termo?! rs rs

    Os unicos sensatos foram os caras da Star Computer que preferiram deixar a placa de video de fora…

  • Vale a pena gastar um pouco mais por um pc que dura por mais tempo certo?

  • Gamer X

    Olá pessoal,

    Sou um Gamer e fui convidado para participar desse evento Accept/Cooler Master no lançamento desses PCs.
    Tenho algumas considerações…

    Todo mundo reclama do preço desses produtos, não é verdade?
    Eu já trabalhei com varejistas defendendo e vendendo produtos para grande Magazines como alguns dos anunciados como canal de vendas dos PCs aqui da reportagem (Magazine Luiza, FNAC ou até mesmo distribuidores como Myatech e Aldo) e sei o quanto é complicado e caro vender para eles.
    A margem exigida é muito alta, uma vez que eles têm todos os custos de suas operações, funcionários, Marketing e etc e tal, fora o fato de preservar os seus respectivos nomes.
    Custo esse que nenhum Box da Santa Ifigênia vai ter, pelo menos nessa magnitude.

    Visitando a Santa Ifigênia na semana passada me deparei com algumas lojas da Galeria SP que vendiam produtos comprados sem nota no Paraguai para montar os PCs até mesmo para Gamers e ainda instalavam Windows pirata na máquina só para baratear o custo.
    Ou seja, estamos lidando com contrabando e pirataria – Crimes – Ações essa que no Mercado Livre se deparamos livremente também.
    De certo, nem todas as lojas dessa região trabalham dessa forma, mas sabemos que a garantia que eles dão não é a mesma que as grandes empresas fornecem num projeto como esse comentado.

    Eu vi essas máquinas de perto e a adesivagem delas é animal, de muita qualidade, algo muito bem feito.
    A montagem é impecável, a Accept fez muito bem o seu papel.
    O conjunto Cooler Master é muito bem posicionado.
    Algo que notei é que as máquinas têm uma ótima relação de equilíbrio GPUXCPU, assim como bem destaca Richard Cameron da NVIDIA que enfatizou esse detalhe.

    Bom para finalizar, confesso que às vezes o barato sai caro, vale muito mais investir e pagar uma pouco mais caro em um PC de Precedência com diz o autor da matéria do que gastar bem menos num equipamento que você nem sabe de onde vem.

    Parabéns a Cooler Master, Accept, NVIDIA e parceiros.

  • Anderson

    Só para complementar o comentário que fiz, a única empresa que realmente pode se dar mau nessa brincadeira é a Accept.

    Minha opinião sobre a operação da NVIDIA no país não é nada boa, considerando as diversas mancadas que eles já deram, levando as relações no rítmo “somos os melhores e vão a PQP todo o resto”

    A Intel e a Cooler Master quando iniciam tais projetos vão levando no “tudo muito lindo e maravilhoso”, com empolgantes projeções de vendas, aumento do mercado e todo bla-bla-bla comercial e de divulgação. Mas depois começam a impor quantidades absurdas para continuar o projeto e o parceiro que está operacionalizando a “dança”, no caso a Accept, que acaba se prejudicando.

    Como comentei, eu encaro isso como reinventar a roda, e desejo sorte a Accept, que se conseguir superar todas as barreiras que existem nesse mercado (como as citadas pelo Gamer X), realmente deve ser aclamada.

  • Thiago

    Afff…

    As 2 primeiras maquinas são pra gamers amadores que ficam felizes com qualquer porcaria , só pq ta uma coisa bonitinha por fora, um gabinete personalizado eles ja ficam felizes .

    Um makina de 10 mil reais ?? Esse preço ta muito distante da realidade financeira de muitos de nos (gamers). Com 3mil reais eu montei uma maquina praticamente equiparavel a essa top de linha super cara , e todas as peças compradas pela internet com nota fiscal e procedencia garantida .

    Na minha singela opnião de gamer , essa ideia da coolermaster
    tende ao fracasso e concordo com a ideia do anderson de que o pessoal da coolermaster deveria contratar é um muleque desses que respira jogos e entende sobre configurações para fazer uma acessoria . Esse preço de 10 mil reias iria cair muito .

  • pH

    Bom como o Gamer X disse é um pouco dificil comparar esse valores com os praticados na Sta. Ifigenia, mas mesmo assim é mto caro, como comentado sai do mesmo valor ou mais barato trazer um AlienWare ou
    um Vodoo(hp) que apresentam gabinetes lindos e hardware de ponta, contra uma adesivagem de gosto duvidoso (e na minha opinião estragando o Cosmos) e com um SLI de vga de uma geração passada e
    placa-mãe mediana (em comparação as ofericidas por outras marcas).
    Enfim embora seja um esforço interessante de consolidar a cultura
    Gamer e entusiasta no Brasil é preciso entender que não vivemos
    em uma bolha e que sabemos a diferença de high-end e mid-end.

  • Ryuuzakixd

    Eu orcei o mesmo PC do “TOP” deles em uma loja (no estilo tradicional e careira) na minha cidade (Sorocaba – SP).

    Deu em torno de 4700 reais, sem contar Cooler, Fonte, Gabinete e Periféricos. Com nota fiscal.

    E a configuração não está boa. Um PC de 10 mil reais com 2x 9800GT? FRACO. I7? Perde em performance em games pra muito Quad Core.

    RAID 10? Desperdiçar 1Tb para backup, num PC pra gamers? Não é um servidor. É jogar fora 1Tb.

    Eu acredito que a maioria das pessoas com 10k pra torrar num PC pra games sabe muito bem onde gastar 10k em um PC BEM melhor que esse, legalmente.

    Como já falaram, dá pra importar, com impostos, algo melhor que isso.
    Esses dias vi o Notebook Sager NP9280. Com pouco mais de 2 mil dólares, você leva um Note com 3 baias de HD (ou SSD) em RAID 0, 1 e 5, GTX280 M (SIM, é essa a placa do note), 17″ 1920×1200, até 12Gb de RAM DDR3, I7 920 (pode-se trocar pelo I7 975), Saída HDMI, e-Sata, bateria de 12 células.
    Claro que por 2.000 dólares não tem com os 12Gb de RAM, nem com 3 HDs, mas os slots estão lá.

  • FA| Mr.War

    Adorei esta opção de gaming PCs nacionais entretanto as placas de vídeo estão completamente erradas nestas configurações.

  • |FA| Mr.War

    Continuando, estas configurações merecem placas mais recentes. A última configuração precisaria ter uma GTX 285/295, ou melhor, 2x GTX 285/295 em SLI. A placa de vídeo num micro destes é que o importante de se investir nem que se tenha de piorar um pouco a configuração geral do micro.
    Nem um destes micros (a não ser talvez o entry-level) deveria vir com uma placa que não fosse da última geração GTX 275/285/295.

  • Lucas Jardim

    Se fossem mais inteligentes, colocariam um canal disponível ao público com uma gama de peças de hardware, e o futuro comprador montaria no próprio site a configuração desejável, e o pc, montado sob encomenda, com uma rede de assistência técnica e a opção de garantia estendida! Depois poderia colocar quiosques dentro das redes varejistas, com acesso á internet, ou mesmo vendedores especializados treinados para vender essas maquinas.

    O povo costuma comprar pela rede varejista, pela facilidade de pagamento e por ter uma “marca” como se fosse uma geladeira ou uma TV.

    Nenhum gamer e bobo, quando o cara tem 10 mil disponível,ele sabe o que quer, aonde encontrar, e os preços praticados, e vai preferir mil vezes montar sua própria configuração, de preferência em uma empresa ja consolidada nacionalmente ou mundialmente.