ZTOP

Bing, o mais novo mata-google da Microsoft

msbing

A Microsoft anunciou ontem o re-relançamento de seu mecanismo de busca na internet, que agora responderá pelo nome bing, uma palavra que — segundo os marketeiros de Redmond — tem o som de “ACHEI!!!“, ou seja, aquele momento de exitação quando acende aquela lâmpada na cabeça da gente e descobrimos a resposta para aquela grande dúvida.  Algo como “BINGO!” sem a letra “O”.

Fico imaginando quanto os consultores cobraram para ter essa grande idéi(err…) quero dizer, explicação.  😛

Henrique comenta: também vi explicações de que Bing significa “Bing Is Not Google”, no melhor espírito ‘GNU is not Unix’. E eles não lembraram, definitivamente, da série Friends. Chandler Bing era um dos personagens principais e tinha um certo problema com seu sobrenome.

Nagano complementa: também tinha aquela máquina que faz PING! no começo do filme “O Sentido da Vida” do Monty Phyton.

Uma coisa que ouço a mais de uma década é que um dos grandes desafios da internet é de criar meios que permitam ao usuário ter acesso à informação desejada de maneira seletiva e 0rganizada e a grande resposta foram os mecanismos de busca como Altavista e Yahoo! que — devido ao seu sucesso —  se tranformaram em imensos portais entupidos de serviços e informações que sucumbiram diante de uma nova empresa com um nome engraçado: Google, que conquistou o mundo com a proposta de um mecanismo de busca simples e direto, até hoje representado pela sua página inicial de fundo branco e apenas um campo para preencher.

Segundo a MS, o problema é que mesmo os resultados dessas buscas estão se tornando excessivas e meio desorganizadas o que tem provocado a dissatisfação a ojeriza dos usuários. A empresa afirma que 72% das pessoas pesquisadas afirmam que os resultados das buscas são muito desorganizadas o que pode ser um problema para aqueles que desejam tomar uma decisão à partir das suas pesquisas na rede.

A proposta do Bing é de oferecer resultados de maneira a ajudar no que eles chamam de “making informed decisions” ou seja, tomar decisões baseadas em (boas)  informações, o que pode ser o planejamento de uma viagem de férias ou a busca de informações de um produto que queremos comprar.

Para quem quiser de aprofundar nesse assunto a MS criou um hotsite que explica detalhadamente seu “novo” produto, o que também inclui uma página de downloads.

A página já está no ar apenas para apresentar o serviço e a previsão é que ele entre oficialmente em operação na próxima quarta-feira 3 de junho de 2009.

Desde o século passado Mario Nagano analisa produtos e já escreveu sobre hardware e tecnologia para veículos como PC Magazine, IDGNow!, Veja e PC World. Em 2007 ele fundou o Zumo junto com o Henrique assumindo o cargo de Segundo em Comando, Editor de Testes e Consigliere.

  • Nome esdrúxulo à parte (“Big Investment No Goals”), a “revelação” do Bing ontem ficou totalmente patética perto do anúncio do Google Wave…

  • celeraman+

    De onde surgiu a palavra “dissatisfação”? Achou-a no Bing?
    😉

  • “permitam ao usuário ter acesso à informação desejada de maneira seletiva e 0rganizada”

    Para termos em inglês e acadêmicos, o Wolfram alpha está impecável. Venho obtendo bons resultados com ele.

    Qto ao Bing, parece aquela velha brincadeira de um canal de televisão:
    1, 2, 3, bing, 5, 6, 7, bing…

  • Andelson Marcelino

    É mesmo, Nagano, troca esse dissatisção por insatisfação, que vai ficar melhor. “Dissatisfação” eu não achei no Michaelis, não. De qualquer forma, o vídeo da microsoft ficou bem produzido, é didático, né?

  • Lucas Jardim

    BING.. nome feio… parece nome de cachorro…

  • Marcelo

    O Chandler Bing gostava de contar uma piada e fazer trapalhadas. Lembro daquele episódio do “Friends”, o Chandler abriu um e-mail do Ross Geller e tava la Anna Kournikova e pronto ! a aprensentação de paleontologia do Ross foi pro espaço, boa Bing !

  • kosmix, cuil, Live search…
    vamos ver.

    Até o wolfram (que uns blogueiros e jornalistas irresponsáveis chamaram de ferramenta de busca).
    Pessoal adora acreditar que qualquer coisa vai superar o Google…
    Ou os PRs tão bem convincentes.

  • Sniffer

    Nunca vi o lançamento de um produto… sem o produto!
    Antes de começar, já peguei nojo.
    Apesar de o Google estar bem insuportávelzinho ultimamente. Você pergunta uma coisa, ele responde outra. Tá até parecendo mulher.

  • Claus

    Já acharam outro significado para BING: But It´s Not Google

    Eheheh… vamos ver o que ele tem a oferecer.

  • Jonnie

    Legal… entre no Ping, opss Bing em inglês e digitem SEX…

    Nem preciso mais procurar por site porno 😀

  • João Marcus

    Para um site que deveria concorrer com o Google, o Bing não tem nada que me atraia. Fiz algumas buscas corriqueiras para mim, e o Bing retornou entradas relevantes só a partir do quarto ou quinto link. No Google, o primeiro link já era relevante.
    Eu até gostaria que fosse um concorrente à altura. Não é.

  • João Filippe

    O Bing dos Eua está muito melhor do que o Google Wave, nois moramos num país de 3o mundo, mas naum vai demorar pra que o bing brasileiro demore pra sai da fase beta.