ZTOP

ZTOP explica: Android 4.1 “Jelly Bean”

android-jellybean

O Google anunciou hoje a nova versão do Android 4.1, codinome “Jelly Bean”, durante o Google I/O, sua conferência anual de desenvolvedores. O que tem de novo? Mudanças na interface de buscas, muito mais integração de voz no sistema operacional e pequenos ajustes gerais nos recursos. É uma atualização baseada no Android 4.0 “Ice Cream Sandwich“.

1) Project Butter: o “projeto manteiga” quer que seus dedos deslizem pela tela sem interrupções. Sim, o trocadilho é infame, mas essa é a ideia: o Jelly Bean tem diversas alterações no modo de renderizar as imagens na tela (vsync, buffer triplo, sincronia de toque) para deixar a interface mais fluida e rápida. O sistema também passa a identificar gargalos e consegue encerrar os processos de forma mais inteligente, deixando o smartphone mais rápido.

2) Novos widgets redimensionáveis (como Gmail que se ajusta ao espaço em tela, por exemplo). É um pequeno detalhe, mas que pode deixar o acesso à informação mais rápido, sem precisar abrir o aplicativo completo.

O Jelly Bean traz ainda melhorias nos dicionários e o teclado padrão passa a adivinhar palavras e, o mais legal, a ter acesso offline à digitação com auxílio de voz – em caso de falta de conexão no telefone ou ficar em modo offline mesmo.

3) Câmera: no Android 4.0 “Ice Cream Sandwich” uma das grandes novidades era a câmera mais rápida. Agora, o Google fez pequenas alterações na interface de visualização das fotos e promete compartilhamento mais rápido.

 

4) Notificações: agora as notificações do sistema não são mais passiva, e os desenvolvedores podem inserir recursos de interação com os aplicativos – como retornar uma ligação com um clique ou mandar um e-mail automático para contatos dizendo que você vai se atrasar para uma reunião marcada no calendário.

5) Busca: A nova busca do Android 4.1 amplia o terreno para localização e personalização ainda maior para os gostos do dono do telefone. A interface de buscas ganhou uma nova cara…

… Mas a busca por voz ganhou novo fôlego – pense em uma resposta (finalmente) do Google ao Siri, da Apple. É um recurso que já estava lá, e agora foi ampliado.

Mas nas buscas o que eu achei mais importante é o Google Now: o recurso usa sua localização e histórico de pesquisas para trazer resultados em tempo real, como informações de viagem, dados de pratos mais pedidos em restaurantes (!), rotas de ônibus e até mesmo resultados de esportes (sem que você precise dizer ao Google para qual time torce: ele já sabe).

Uma demo em vídeo:

Quando? O Android 4.1 será liberado em meados de julho em atualização pelo ar (OTA) para o Google Nexus/Galaxy X/Nexus S e Motorola Xoom, e um kit de desenvolvimento de software já está disponível hoje. Agora é esperar os outros fabricantes se manifestarem sobre o tema – e o Galaxy S III acabou de ficar desatualizado :).

 

 

 

Henrique Martin já escreveu na PC World, PC Mag, Folha de S. Paulo e criou o Zumo em 2007. Em 2011, o Zumo se transformou no ZTOP, referência em conteúdo original sobre tecnologia em um mundo pós-PC. Siga-o no Twitter: @henriquemartin