ZTOP

Amazon lança loja de músicas concorrente do iTunes

Banner da Amazon MP3

A Amazon lançou ontem um “beta” de sua loja de músicas online, a Amazon MP3. Batendo de frente com a iTunes Store, da Apple, ela vai oferecer músicas em MP3 a 256 Kbps sem DRM, compatí­veis com praticamente qualquer MP3 Player do mercado. O catálogo conta com 2 milhões de faixas de 180 mil artistas e 20 mil gravadoras, entre grandes como a EMI e Warner e toneladas de independentes.

Para comprar as músicas é necessário um cartão de crédito com endereço de cobrança nos EUA (nós brasileiros ficamos de fora de novo), embora qualquer um possa “folhear” o catálogo e ouvir gratuitamente amostras de 30 segundos das faixas. A loja em si tem interface web, acessí­vel com qualquer navegador, mas o download das músicas é feito com um programinha da Amazon que por enquanto só existe em versão Windows.

A Amazon MP3 é o primeiro concorrente sério a iTunes Store. Tentativas anteriores, das próprias gravadoras, por exemplo, falharam ao incluir DRM restritivo demais (“não pode gravar em CD, não pode transferir para o player, não pode colocar em mais de um computador”), cobrar caro demais pelas faixas ou por apostar em modelos de negócio que não atraí­ram o público, como o “aluguel” de músicas, onde você pode ouvir o quanto quiser por X dólares mensais, mas perde o acesso a tudo o que já baixou se cancelar a conta.

A loja da Amazon vende músicas mais baratas (US$ 0,89 ou US$ 0,99) e com bitrate mais alto (256 Kbps) do que as equivalente sem DRM da Apple (US$ 1,29 em AAC a 192 Kbps). Mas a Apple tem a vantagem de mais tempo no mercado, um catálogo muito maior, incluindo todas as grandes gravadoras, e a força da marca iTunes/iPod. Além disso, a Amazon MP3 atualmente só funciona nos EUA, enquanto a iTunes Store já opera em 22 paí­ses, incluindo EUA, boa parte da Europa Ocidental, Japão e Austrália.

Por outro lado, não podemos ignorar o fato de que, embora o iPod domine o mercado de MP3 players nos EUA, no resto do mundo players de outras marcas são, se não a maioria, uma parcela significativa do mercado que a Apple não pode atender. Ainda é cedo pra dizer quem vai matar quem (eu aposto que no final ambas vão atingir um equilí­brio e coexistir), mas que a batalha vai ser longa e acirrada, ah isso vai!

Curiosidade: no momento em que escrevo esta nota, o artista mais popular na Amazon MP3 é “The Apples in Stereo“. Será ironia do universo?

Henrique comenta: loja online sem DRM não tem no Brasil ainda. Sei que sites como UOL Megastore e o iMusica (pai das lojas de música legalizadas no Brasil) já cogitam a idéia de acabar com a proteção. Mas depende de acordo com as gravadoras e, claro, de achar o preço correto.